Arquivo da tag: sorvete

Le Botteghe di Leonardo: bons sorvetes italianos

Mais uma sorveteria abriu em São Paulo no último mês. Mais uma prometendo sorvetes artesanais, com bons ingredientes. Mais uma na rua Oscar Freire. Andando apenas por essa mesma rua na tarde do último domingo, passei pela Ben & Jerry’s (lotada), uma Bacio di Latte (lotada) e pela Purogusto (apenas cheia), sem contar a inglesa Dri Dri um quarteirão acima. Para abrir mais uma sorveteria nessa região, é preciso ter muita confiança no produto. E a confiança se justifica.

Sorvetes de café, pistache e morango da sorveteria Le Botteghe di Leonardo

Sorvetes de café, pistache e morango da sorveteria Le Botteghe di Leonardo

Nascida na Itália em 2010, a gelateria Le Botteghe di Leonardo oferece sorvetes saborosos e cremosos com uma boa variedade de sabores disponíveis no dia, ainda que sem fugir muito do tradicional. Provei Cioccolato al latte, que vem doce sem exagero e com pedaços muito pequenos de chocolate, um Pistacchio bastante aveludado, Caffè e Fragola (morango), azedinho e bem refrescante. Há ainda opções como baunilha, coco, gianduia e mascarpone e entre as versões de frutas estão manga, papaia e kiwi com banana.

O sorvete da Le Botteghe di Leonardo, é, segundo a marca, “livre de gorduras vegetais, conservantes” e “qualquer aditivo ou emulsionante químico”. Visando ainda preservar a qualidade, os sorvetes não estão abertos aos olhos do cliente, ficando guardados nos “pozzettos”, recipientes metálicos fechados nos quais a temperatura é controlada. E começam a derreter logo depois de servidos. Os sabores são anunciados na parede atrás do caixa e em pequenas placas à frente dos pozzettos.

Sorveteria Le Botteghe di Leonardo: sabores exibidos na parede, sorvetes guardados em pozzettos

Sorveteria Le Botteghe di Leonardo: sabores exibidos na parede, sorvetes guardados em pozzettos

Meu copo grande com quatro sabores saiu R$ 14. O médio custa R$ 12, o pequeno, R$ 10 e há o tamanho mini por R$ 6. Na casquinha, os preços sãos os mesmos e a casa serve também picolés, biscoitos recheados com sorvete e bolos de sorvete por encomenda, além de bebidas quentes, como café (R$ 4,80), e geladas, como o Iced Cappuccino (R$ 13,10).

A marca possui lojas na Itália e na China e abriu as portas em São Paulo no final de fevereiro, quando o verão já se despedia. Mas sua mesa coletiva estava cheia nesse domingo nublado. Em frente, há outro espaço para sentar e aproveitar o sorvete sem pressa: estava estacionado ali um parklet, uma daquelas minipraças que ocupam uma vaga de carro e prolongam a calçada. Nesse dia, por conta da chuva, ele estava molhado e melancólico, mas em dias mais secos poderá ser uma ótima alternativa.

Le Botteghe di Leonardo
Rua Oscar Freire, 42, Jardins. Tel.: 2528-2000
www.lebotteghedileonardo.com.br

Anúncios

Os sorvetes super doces da Ben & Jerry’s em São Paulo

A marca de sorvetes Ben & Jerry’s, nascida nos Estados Unidos em 1978, chegou ao Brasil apostando alto em uma loja que afirma ser a maior da marca no mundo, com capacidade para 80 pessoas, e fez bem. Não bastasse trazer consigo fama internacional, que por si só atrai o público paulista sempre curioso pelo que faz sucesso fora daqui, pegou, logo nos seus primeiros dias de funcionamento, uma onda de calor recorde em São Paulo. Segundo relatos, nos finais de semana a fila para provar o sorvete tem se estendido por todo o quarteirão.

Sorvetes Ben & Jerry's na primeira loja da marca em São Paulo

Sorvetes Ben & Jerry’s na primeira loja da marca em São Paulo

Localizada na rua Oscar Freire, a loja divide-se em vários ambientes, todos muito coloridos, com paredes pintadas em cores fortes. Logo ao lado da entrada, um quadro multicolorido mostra os sabores disponíveis com explicações do que vem em cada um eles – e isso vem bem a calhar. Os sorvetes Ben & Jerry’s não são simples e trazem, em sua grande maioria, grandes itens sólidos ou caldas misturados à massa, como o Chocolate Fudge Brownie (sorvete sabor chocolate com pedaços de bolo sabor chocolate), o Phish Food (sorvete sabor chocolate com marshmallow, calda de caramelo e flocos sabor chocolate). São tantas camadas que às vezes fica até difícil acompanhar, como o Sweet Cream & Cookies – sorvete de creme com cookie sabor chocolate recheado com creme sabor baunilha. Confesso que fiquei confusa.

Contrariando as expectativas, fui conhecer a loja em uma quinta-feira quente, no começo da noite, e me deparei com uma fila de apenas quatro pessoas. Resolvei não abusar da sorte e provar, de uma vez, três sabores diferentes. Pedi o mais popular da rede em todo o mundo, o Chocolate Chip Cookie Dough, um sorvete de creme extremamente doce com graúdos pedaços de um cookie pesado, bastante amanteigado, e flocos sabor chocolate. Tudo tão açucarado e sem sabor definido que enjoa rápido.

Provei também o Triple Caramel Chunk (sorvete de caramelo com calda de caramelo e flocos sabor chocolate recheados com caramelo), que estava também muito doce, mas com um pouco mais de sabor e um tantinho menos enjoativo, e o Coffee Buzz (sorvete sabor café com flocos sabor café com chocolate), esse com gosto mais forte, interessante, mas pedaços (e não flocos) muito grandes de um chocolate duro.

Uma bola custa R$ 10, duas, R$ 14, e três bolas saem por R$ 17, em copo ou casquinha. É também possível levar para casa potes de um litro. Todos os sorvetes são produzidos nos Estados Unidos.

Ben & Jerry’s
Rua Oscar Freire, 957, Jardins
Site oficial

O pão de mel da Folie

A Folie é uma doceria pequena em Pinheiros que se dedica a fazer poucas coisas, mas fazer bem feito. Dois balcões diminutos exibem sorvetes, macarons, lascas de bom chocolate e uma pilha de deliciosos pães de mel com doce de leite embrulhados em papel alumínio. Foram eles que me atraíram até lá e por eles eu pretendo voltar.

Pão de mel da doceria Folie com muito doce de leite

Pão de mel da doceria Folie com muito doce de leite

Os pães de mel são pequenos, mas são feitos com ótimos ingredientes e compensam no sabor. A cobertura de chocolate belga meio amargo é espessa e o doce de leite argentino vem também em grande quantidade. Para completar, a massa veio bastante fofa e com bastante mel.

Sem surpresas, é um bom docinho para quem gosta de bastante cobertura e recheio e de doce de leite mais escuro. Custam R$ 8 cada. Para aproveitar a primavera, a rua é quase tranquila e há mesinhas ao ar livre para saborear sem pressa.

Folie
Rua Cristiano Viana, 295 – Pinheiros. Tel.: 3101-0193
Facebook

Pazzo: picolés aveludados com inspiração italiana

A marca de picolés Pazzo foi lançada no final de 2013, mas, naquele verão marcado por uma invasão de sorveterias artesanais a São Paulo, essa versão no palito passou despercebida. Agora que as temperaturas começaram a subir novamente e as paletas mexicanas chegaram com tudo, atraindo novamente as atenções para esse formato, é hora de olhar melhor para essas delícias geladas.

Sorvete Pazzo sabor chocolate belga

Sorvete Pazzo sabor chocolate belga

Os picolés Pazzo se apresentam como gelato premium e tentam reproduzir nesse formato o sabor e a textura dos sorvetes italianos. O creme de leite dá bastante cremosidade e o resultado fica bem acima da média dos picolés tradicionais que temos por aqui.

Provei três sabores – baunilha, chocolate belga e alfajor, com recheio de doce de leite e casquinha de chocolate amargo – e todos estavam muito saborosos e aveludados. O de chocolate tem sabor mais forte e é o mais consistente, enquanto os outros dois, ambos cobertos por uma casquinha firme de bom chocolate, eram bastante cremosos, derretendo rapidamente na boca.

Sorvetes Pazzo sabor baunhilha, alfajor, limão e chocolate belga

Sorvetes Pazzo sabor baunhilha, alfajor, limão e chocolate belga

Há mais alguns sabores, como pistache, gianduia, morango e sorbets (à base de água) de limão e frutas vermelhas. No mercado onde comprei, os preços variaram de R$ 4,65 (de limão) a R$ 6,89 (baunilha e alfajor). Uma ótima relação custo-benefício.

As geladeiras Pazzo estão espalhadas por São Paulo em mercados e restaurantes de diversos bairros. Os pontos de venda estão listados no site oficial.

Purogusto: sorvetes cremosos e suaves na Oscar Freire

Foram tantas as sorveterias abertas em São Paulo nos últimos meses – como Frida & Mina e Casa Elli – que o verão pareceu curto. Mas o clima resolveu dar uma segunda chance e trouxe de volta o sol à cidade esta semana. Aproveitei a tarde ensolarada de domingo para conhecer a Purogusto.

Aberta na Oscar Freire em novembro de 2013, a Purogusto segue a cartilha italiana e afirma servir sorvetes totalmente artesanais.

Sorvetes de pistache, gianduia e caramelo com flor de sal na sorveteria Purogusto

Sorvetes de pistache, gianduia e caramelo com flor de sal na sorveteria Purogusto

Provei cinco sabores e em todos se vê um padrão: eles são bastante cremosos e a textura se mantém enquanto se aproveita o sorvete sem pressa, sem que ele derreta rápido demais. Outro ponto em comum é que os sabores são bastante sutis – às vezes até demais.

Duas lousas presas à parede atrás do balcão apresentavam, a giz, os sabores disponíveis no dia, uma anunciando as opções à base de leite e a outra, os sabores à base de água. Entre esses, havia sugestões como chocolate light, jabuticaba e açaí com banana, mas não resisti aos de leite, em sabores mais tradicionais, e fiquei só neles.

O de limão é bem refrescante e tem sabor delicado e equilibrado, enquanto pistache e gianduia estavam gostosos, com ótima textura e não muito doces. O caramelo com flor de sal, no entanto, estava um pouco salgado demais, enquanto o de baunilha pecou por estar muito apagado.

O copo pequeno, com até dois sabores, sai por R$ 10, enquanto o médio com até três sabores custa R$ 12 e o grande, R$ 14. O isopor com meio quilo fica em R$ 35.

O ambiente é espaçoso e, apesar do movimento razoável daquela tarde, foi possível sentar, e o atendimento foi ágil, sem fila. Não é o melhor sorvete da região – o mais famoso Bacio de Latte, por exemplo, está nas redondezas -, mas vale provar.

Purogusto
Rua Oscar Freire, 502. Tel.: 3062-1862
Site oficial: http://www.purogusto.com.br